A teoria do 1% no concurso público

Depois de mais de 20 anos envolvido com concurso público , percebi um fenômeno que se repete na maioria dos concursos públicos: a teoria do 1%.

O que significa isso Daniel? Significa que apenas 1% dos candidatos são aprovados, logo, em média, 99% sai da prova reprovado.

Estatísticas que comprovam minha teoria

Que isso Daniel, como pode isso? Vou trazer alguns exemplos aqui para você. Último concurso do INSS em 2015. Foram ofertadas 950 vagas e sabe quantos foram os inscritos? Mais de um milhão! vamos arredondar essa conta aqui porque sou de humanas… kkkkkkkkkkkk

1000 vagas para 1 milhão de inscritos…

concurso

Pelas minhas contas com a calculadora para não dar pau, isso representa menos de 1% dos inscritos. 1% seriam 10.000 candidatos. Sabe quantos candidatos estavam aptos a conquistarem as vagas disponibilizadas no INSS, apenas 0,1%. Nesse exemplo aqui o percentual foi bem cruel!!!! kkkkkkkkkk

 

Arte da policia Federal
Policia Federal

Agora vamos pegar outro concurso com uma estatística mais humanizada. Último concurso para agente da Polícia Federal de 2014. Foram mais de 98 mil inscritos para 600 vagas. Vamos fazer essa conta?

Se 10% de 98 mil é 9.800 então 1% seria 980. Estou certo?

Mais uma vez a minha teoria se comprova, menos de 1% dos candidatos de um concurso conseguem a aprovação.

Só mais uma estatística. Vamos para a área dos tribunais. No concurso que está ocorrendo agora em São Paulo, para o TRT da 15ª Região obteve mais de 70 mil inscritos. Sabe para quantas vagas? 2. kkkkkkkkkkkk o resto é cadastro de reserva.

Vamos considerar que para cada cargo criado tenha pelo menos 1 vaga (terá mais, pode ter certeza que haverá muito mais do que isso). Se são 12 cargos, com mais duas vagas que já estavam previstas no edital, então teremos 14 vagas. Eu tenho certeza que chamarão bem mais do que isso. Mas só para você ter uma ideia, no último concurso de 2013 foram nomeados mais de 400 Vamos imaginar que chamem novamente uns 400, isso representará menos de 1%. E olhe que não fiz essa análise por cargo para simplificar minha lógica.

Tá Daniel, onde você quer chegar com esse cálculo doido?

Simples, eu só quero dizer para você que é preciso se esforçar para estar entre esses 1% se você realmente quiser passar em um concurso.

As desculpas de quem não está disposto a se esforçar

“Ótimo Daniel, ao invés de me motivar e dizer que eu vou passar você me faz vir aqui, perder meu tempo para me dizer que apenas 1% vai passar? Você não me ajudou Daniel, você acaba de me desmotivar e eu jamais conseguirei isso!”

Se você pensou como meu parceiro de diálogo imaginário, então você acaba de escolher o lado que pretende ficar, nos 99% que não vai passar, que precisa o tempo todo de alguém dizendo para ele que dá pra passar, que todos os dias tem que levar um puxão de orelha para estudar, mas que não faz nada para realizar esse objetivo.

Se você se desmotivou com o que eu falei, você acaba de provar que minha teoria está super certa porque você, mesmo desmotivado, fará a prova sem estudar, não vai passar e aí constatará que você não é capaz de passar porque eu fiz essa conta e o restante da história você já conhece. kkkkkkkkkkkkkkkk Essa é exatamente a postura de pessoas que não conquistam o que sonham, procurar um responsável pelo seu fracasso!

Sabe o que eu mais gosto no mundo dos concursos?

É que aqui os fracos não tem vez!

Chamo de fraco aquele que não suporta a verdade da vida e da realidade. Fica fingindo que vai dar pra passar com seu otimismo sem atitude, sem comprometimento, sem pagar um preço.

A lei da seleção natural

Os concursos públicos são regidos por uma lei da natureza, a seleção natural, assim como qualquer coisa que valha a pena na vida. A seleção natural ocorre quando os fracos vão desistindo dos seus sonhos e ficando pelo caminho a medida que  vai ficando mais difícil, a medida que vai levando mais porradas, a medida que os desafios vão aumentando.

E é aqui que os 1% chegam. Não importa quando começaram a caminhada, não importam quantas porradas levaram, quantos concursos reprovaram eles apenas continuam… eles apenas insistem até chegar onde desejam.

O pensamento de quem vai chegar lá

Talvez você tenha ficado curioso com o que pensaria alguém que está nesse 1% e tenha lido esse texto. Certamente ele celebrou e pensou,

“Caraca vei, que massa. Então se a maioria não está disposta a fazer o necessário para chegar lá, eu estou e eu vou chegar, custe o que custar. Os que estão no 1% olharam para essa estatística e decidiram estar nela. E esses são os mesmos que sempre conquistam seus objetivos e sonhos.”

Por isso costumo dizer que o mundo está dividido apenas em dois tipos de pessoas: os que fazem e os que não fazem. Se você achou que era entre os que sonham e os que não sonham, você estava completamente alheio a realidade da vida.

Não existe nada mais determinante para a realização de um sonho do que fazer com que ele aconteça. Fazer sempre será mais poderoso do que sonhar. Porque se alguém só sonha, isso não se materializa no mundo real. O segredo, não está no sonhar como alguns insistem em acreditar. O segredo está no realizar.

Obviamente que o realizar jamais existirá sem o pensar, até porque todos os nossos comportamentos nascem do nosso pensamento. Mas eu te garanto uma coisa, se o que você deseja ficar apenas no seu pensamento, você pode ter a motivação que for, você poderá desejar o concurso mais foda, você poderá sonhar o mais alto possível e a sua vida continuará assim, do jeito que ela está.

Então se você realmente deseja estar entre os 1% que passam, gostaria que pensasse em algumas coisas necessárias para conquistar isso:

  • Atitude
  • Comprometimento
  • Determinação
  • Responsabilidade

Falarei sobre esses valores em outras oportunidades…

Conclusão

Como você pode perceber, estar entre os 1% que passam é simples, nada muito mirabolante, mas não é fácil. E não é fácil, sabe por quê? Porque isso depende de você!

Se você não aceitar a ideia de parar, naturalmente a seleção natural te levará a aprovação. Eu posso te garantir uma coisa: a maioria deseja a mesma coisa que você, mas a maioria jamais estará disposta a fazer o que você está disposto a fazer pelo seu sonho, qualquer ele que seja, até mesmo passar em um concurso.

Então, estar entre os 1% é só uma questão de tempo para aqueles que não cansam de lutar pelo que acreditam e desejam.

 

Se você curtiu este artigo, deixe seu comentário aqui em baixo, compartilhe com alguém que você se importa e cadastre-se para receber artigos como esse em primeira mão!

12 Comentários

2 Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *